EDIÇÃO - Ano IV

Tocando um Baixo

Documentário - Conde - PB


Uma viúva e outros que ali também moram fazem de seus dias e daquele lugar algo melhor, tocando um baixo.

Ficha Técnica
Roteiro, direção e produção:
Katiane dos Anjos
Imagens: João Carlos Beltrão
Edição e som: Aderaldo Júnior
Trilha sonora original: Matheus Andrade

Conheça Conde: Fundação: 18 de novembro de 1963 / Localização: litoral sul paraibano, a 22 km de João Pessoa / 20.849 habitantes / 173 km2 / Gentílico: condense

Economia: Predomínio da agricultura de subsistência. Destaque para agricultura da cana-de-açúcar e do inhame. O turismo representa uma grande potencialidade econômica, principalmente em razão da faixa litorânea do distrito de Jacumã, um dos maiores pólos turísticos da Paraíba.

História: O município de Conde, conhecido como Jacoca, era habitado por uma tribo indígena denominada Tabajaras, quando os holandeses se apossaram da Capitania da Paraíba. Posteriormente, deixaram sua antigas moradias e resolveram construir um novo povoado, que passou a ser chamar Mauricéia, em homenagem ao Conde Maurício de Nassau. Mais tarde, quando da restauração do Governo Português, o nome da freguesia foi alterado para Conde.

Origem do Nome: Para o historiador Horácio de Almeida, o nome de Conde, ao contrário do que se propaga na historiografia paraibana, deve-se à existência na região da “Fruta do Conde”. Outros historiadores explicam o nome de Conde como uma homenagem ao administrador holandês Conde João Maurício de Nassau.

Naturismo: O município possui famosas praias, como Jacumã, Tabatinga, do Amor, Coquerinho, Carapibus, entre outras. Carapibus possui uma grande barreira de corais que, nos períodos de maré baixa, forma lindas piscinas. O município recebe vários turistas devido a Praia de Tambaba, conhecida pela sua seção naturista, sendo a primeira praia do Brasil a permitir o naturismo por lei municipal. Tambaba entrou para a história do Naturismo mundial como a primeira área naturista do Hemisfério Sul e primeira área naturista da América Latina a sediar um evento mundial de naturismo.

Folclore e Cultura: A cidade conta com o Grupo Parafolclórico Jacoca, formado por jovens que buscam resgatar as raízes culturais paraibanas, entre elas música e danças típicas.

Padroeira: Nossa Senhora da Conceição

Artesanato: O Artesanato em Jacumã é rico em sua qualidade e variedade, podendo encontrar desde arte em argila até trabalhos realizados com cipó, bambu e palha de carnúba.

O AUTOR

Katiane dos Anjos

Conde - PB

Nasceu em 1987 Estudante de Enfermagem Pescadora

Voltar
 
  1. facebook
  2. instagram
  3. youtube