EDIÇÃO - Ano II

REMANDO CONTRA A MARÉ DO ATRASO

Ficção - Passagem Franca - Maranhão


Ficha Técnica
Roteiro, Direção e Produção:
Leonício Aires da Silva
Elenco:
Leudaíres Lima Paé
José Carlos da Silva
Manuel da Cruz Vieira
Hilton Ferreira da Silva
Larha Rennely Pereira de Sousa
Imagens:
Murilo Santos
Edição:
Murilo Santos
Som:
Antonio Joaquim Soares Jr.
Jeovane Aires da Silva
Trilha Sonora Original:
Manoel da Cruz Vieira (Manoel dos Teclados)
Joaquim Santos

Maria da Luz vive da quebra do babaçu. De Lagoa do Mato, no Maranhão, até Teresina (PI), cidade grande mais próxima, a distância estimada é de 200km. Por causa do problema de saúde da filha, Da Luz tem que fazer mensalmente esse trajeto de ida e volta a Teresina, o que lhe custa R$ 50,00 contados e economizados duramente. Na última de suas viagens, ela perde o dinheiro logo ao sair de casa, mas não desiste, e vai negociando as dívidas ao longo do caminho.

Conheça Passagem Franca: Fundação: 1938 / Localização: Chapadas do Alto Itapecuru, a 410km de São Luís / 15.227 habitantes / 1.358km²

A sede do atual município de Passagem Franca já era um povoado no século 18, sendo transformada em freguesia, sob a invocação de São Sebastião, em 8 de maio de 1835, e elevada à categoria de vila, em 28 de junho de 1938. Tornou-se município em 1938. A fundação do município é atribuída a uma moradora conhecida como Dona Franca. Um busto em sua homenagem foi erguido na praça principal, juntamente com o marco histórico que evoca as três fases da vida oficial de Passagem Franca: freguesia, vila e cidade.

O AUTOR

Leonício Aires da Silva

Passagem Franca - Maranhão

Nasceu em 1958 Formado em Letras Professor, com especialização em Estudos Literários

Voltar
 
  1. facebook
  2. instagram
  3. youtube