EDIÇÃO - Ano II

REENCONTRO

Ficção - Cuité - Paraíba


Ficha Técnica
Roteiro e Direção:
Ismael Moura
Produção:
Ismael Moura
Edjakson Tadeu
Elenco:
Manuel Ferreira
Valquiria Gonçalves
Lindiane Costa
Cavalcante Bezerra
Marineide Santos
Robson Peixoto
José Walison
Joseane Cavalcanti
Hevelyn Beatriz
Giuseppe da Rocha
Tarsila Moura
Adrielly Xavier
Laís Albuquerque
Imagens:
João Carlos Beltrão
Edição:
Carlos Carvalho
Som:
Pablo Maia

De dentro da casa vem o choro de bebê recém-nascido, e em seguida a notícia de que a mãe da criança morrera no parto. O pai se torna um homem amargo, demonstrando desprezo em relação ao filho. Vinte anos depois, pai e filho terão que prestar contas com a mágoa e com o arrependimento.

Conheça Cuité
: Fundação: 1936 / Localização: agreste paraibano, a 159km de João Pessoa / 19.435 habitantes / 735km²

Em 1704, Caetano Dantas Correia recebeu a posse da Lagoa de Cuité. Acompanhado do seu irmão Simplício Dantas Correia, ele iniciou a colonização da região e a construção da Capela Nossa Senhora das Mercês. Em 1800, o povoado foi elevado à categoria de distrito; em 1854, tornou-se município. Por várias vezes, o município de Cuité foi extinto e anexado, para finalmente ser instalado em 1936. O nome Cuité vem das cuias e gamelas que os índios da região fabricavam usando o fruto da coitezeira. No dialeto indígena, “cui” quer dizer “vasilha”, e “éter” significa “grande”, “real”, “ilustre”.

O AUTOR

Ismael Moura

Cuité - Paraíba

Nasceu em 1977 Ensino médio completo Artista plástico e autor teatral

Voltar
 
  1. facebook
  2. instagram
  3. youtube