EDIÇÃO - Ano IV

Quatro Hinos de Uma Antonina Só

Documentário - Antonina - PR


Antonina apresenta um contexto de riqueza cultural e artística, com festas populares, blocos carnavalescos, corais, escolas de samba, além de muitos compositores e poetas, responsáveis por uma curiosa situação: a cidade possui quatro hinos e uma acirrada disputa, travada com bom humor e criatividade, para escolher o hino oficial do município.

Ficha Técnica
Roteiro e direção:
Tânia R. Silva
Produção: Tânia R. Silva e Lu Rufalco
Imagens:
Farpa Gomes
Edição:
Thiago Bueno
Som:
Alex Godoi

Conheça Antonina: Fundação: 1797 / Localização: litoral do Paraná, a 84 km de Curitiba / 18.891 habitantes / 882 km² / Gentílico: antoninense

Economia: A cidade viveu sua fase áurea durante o ciclo da erva-mate, na segunda metade do século XIX. Hoje, a indústria e os serviços têm forte participação na economia local. Os principais produtos industrializados são os alimentares, a madeira e a metalurgia. No campo, destaque para a produção de banana e gengibre.

História: A ocupação começou em 1648. Em 1714, foi construída a Capela Nossa Senhora do Pilar da Graciosa, hoje Matriz Nossa Senhora do Pilar. A construção fez com que a cidade adotasse o nome de Capela até 1797, quando passou a se chamar Antonina. Seu sítio histórico é um dos mais importantes do Paraná, com quase 300 anos.

Origem do Nome: Homenagem ao Rei Antônio, de Portugal.

Festas: Festa da padroeira, Nossa Senhora do Pilar, e a festa de aniversário da cidade, dia 06 de novembro.  O carnaval de rua também é famoso.

Turismo: Além da extraordinária beleza natural paisagística, Antonina possui calçamento de pedras e ruínas históricas, as quais enriquecem o seu patrimônio oferecendo diversos atrativos turísticos.

Folclore e Cultura: O entrudo, festa que deu origem ao carnaval, fez parte da história de Antonina. Hoje, o carnaval de rua preserva o espírito alegre da festa.

Culinária: Um dos produtos de destaque da cidade são as Balas de Banana Antonina, uma produção artesanal conhecida nacionalmente. Há também um prato típico do Paraná: o Barreado, feito com carne de boi cozida, servida com banana e farinha de mandioca.

O Que Visitar: O Setor Histórico, localizado na área central da cidade, formado por sobrados, ruínas e calçadas de pedra; o Complexo Industrial Matarazzo, conjunto de edificações da primeira década do século XX; e o Recanto do Rio do Nunes, uma praia fluvial com área gramada e arborizada.

O AUTOR

Tânia R. Silva

Antonina - PR

Nasceu em 1965 Formada em Direito Advogada

Voltar
 
  1. facebook
  2. instagram
  3. youtube