EDIÇÃO - Ano IV

Piaçaba (Piaçava)

Documentário - Santa Isabel do Rio Negro - AM


A comunidade de Campina do Rio Preto tem como base econômica a extração da Piaçava, que além da vassoura, serve de matéria-prima para diversas peças artesanais.  A tradição de trabalhar no piaçabal é passada de pai pra filho: como extrair e beneficiar a planta. O cotidiano dos piaçaveiros é mostrado, com as dificuldades e as conquistas de pessoas que vivem há séculos da extração da piaçava.

Ficha Técnica
Roteiro, direção e produção:
Regiandro Albuquerque Goes
Imagens: Pedro Gurgel
Edição: Daniel Marinho

Conheça Santa Isabel do Rio Negro: Fundação: 1956 / Localização: Norte do Amazonas, na região do Rio Negro, a 631 km por via aérea de Manaus / 18.146 habitantes / 62.846 km2 / Gentílico: santa-isabelense

História: Em 1760, estabelece-se um destacamento militar e, em seguida é construído um forte no local onde hoje é a cidade de São Gabriel da Cachoeira. Toda a região constitui então a capitania de São José do Rio Negro, com sede em Barcelos. Em 1931, quando é definitivamente restaurado o município de Barcelos, a região do atual município de Santa Isabel do Rio Negro fazia parte de seu território. Em 1956, é criado o Município de Santa Isabel do Rio Negro, com sede na vila antigamente chamada Ilha Grande.

Origem do Nome: O nome do município foi dado por um padre que veio de Portugal para homenagear a Santa Isabel de Portugal.

Festas: Festa da Piaçava

Topo do Brasil: Em seu território estão localizados o Pico da Neblina e o Pico 31 de Março, que são as duas montanhas mais altas do Brasil.

Folclore e Cultura: A presença de numerosos fragmentos de cerâmica na região atesta uma ocupação humana pré-colonial. Antes da chegada dos europeus, a região era habitada por várias nações indígenas: maupé, majurana, jurupixuna. Foram os jesuítas que fizeram os primeiros contatos com os habitantes locais. No município há apresentação de danças indígenas como o jurupari, dabucuri e o kapiwaiá e rituais da cultura yanomami.

Artesanato: O Artesanato a partir da Piaçaba mostra que este cipó não serve apenas para produzir vassouras e cobrir quiosques e chalés, ele ganha formas surpreendentes nas mãos dos artesãos.

 

O AUTOR

Regiandro Albuquerque Goes

Santa Isabel do Rio Negro - AM

Nasceu em 1978 Estudante de Comunicação Social Vídeo-repórter

Voltar
 
  1. facebook
  2. instagram
  3. youtube