EDIÇÃO - Ano V

O Trem Fantasma e a Viola de Cocho

Documentário - Ladário - Mato Grosso do Sul


Ao som da viola de cocho, o reencontro, as lembranças e a memória afetiva de ex-ferroviários que trabalharam na construção da linha férrea de Ladário e viveram muitas histórias fantásticas.
“Os antigos me contavam que à noite apareciam luzes de trem fantasma, no sentido Agente Inocêncio ou no Posto 50. Os trabalhadores se perguntavam ‘que trem é esse?’e os outros falavam ‘esse trem que vem do seu lado’, porém, esse trem nunca chegou ao seu destino. Era visto dos dois lados, mas nunca havia saído de lugar algum.”

Ficha Técnica

Roteiro, Direção e Produção: Sebastião de Souza Brandão

Direção de Fotografia: Juarez Pavelak

Som Direto: Evandro Fraga

Edição: Allan Ribeiro

Trilha Sonora: intérpretes: Antônio de Souza Brandão, Everaldo dos Santos Gomes, Gilbertinho do Nascimento, José Cabral da Silva, Otávio Sebastião de Oliveira, Sebastião de Souza Brandão, Venino da Silva, Virgílio da Costa e Vitalino Soares Pinto

Elenco: Aderian Cesari, Carlos Correia da Costa, Divino Serra, Eder Soares, Edson Luis de Souza, Everaldo Gomes, Geraldo Melo Augusto, Gilbertinho do Nascimento, Isadora Luiza de Oliveira, Ismael Arruda, João Celestino dos Santos, José Cabral da Silva, José Roberto da Conceição, Melchiades Cardoso, Odenir Soares, Otávio de Oliveira, Paulo Ayala de Paula, Raimundo Vieira, Sebastião de Souza Brandão, Venino da Silva, Virgílio Antônio da Costa e Vitalino Pinto

Conheça Ladário: Fundação: 17 de março de 1954 / Localização: Pantanais Sul-Matogrossenses, a 421 km de Campo Grande / 19.617 habitantes / 340,765 km² / Gentílico: ladarense

História: A história de Ladário está intimamente ligada ao histórico da cidade vizinha Corumbá, que foi fundada em 1778 por Luís de Albuquerque de Melo Pereira e Cáceres, então administrador da província de Mato Grosso. O sertanista João Leme do Prado deu início à construção de casas e ao plantio de lavouras. A emancipação política aconteceu em 17 de março de 1954.

Origem do nome: O nome Ladário é uma homenagem à terra natal do fundador da cidade Luís de Albuquerque de Melo Pereira e Cáceres, um militar e administrador colonial português.

Turismo: O local está inserido na região do Pantanal, com muitos atrativos naturais. Passeios ecoturísticos como pesca, safáris fotográficos e trilhas são populares na região. O Sítio Arqueológico, a Casa do Artesão e o Pátio Ferroviário resgatam a história da cidade e são pontos históricos. O município faz fronteira com a cidade boliviana de Puerto Suárez.

Curiosidade: Ladário é uma das quatro cidades brasileiras classificadas como município-enclave, que são territórios cujas fronteiras geográficas ficam inteiramente dentro dos limites de outro território, no caso, o município de Corumbá.

 

O AUTOR

Sebastião de Souza Brandão

Ladário - Mato Grosso do Sul

Nasceu em 1944. Ensino Fundamental.

Ferroviário aposentado.

Voltar
 
  1. facebook
  2. instagram
  3. youtube