EDIÇÃO - Ano IV

O Sonho de Manoel Messias

Documentário - Colônia do Gurguéia - PI


A história de uma infância difícil, de superação, de perdão e de um sonho a ser realizado: se tornar cantor de toadas de grandes rodeios e gravar um CD.

Ficha Técnica
Roteiro e direção:
Rafael Rocha
Produção: Rafael Rocha, Dayvison Hipólito, Maria de Lara e Mônica Teles
Imagens: Leandro Milu
Edição: Marcio Brito
Som: José dantas
Trilha sonora original: Zé Piau

Conheça Colônia do Gurguéia: Fundação: 13 de maio de 1959 / Localização: sudoeste do Piauí, a 545 km de Teresina / 6.035 habitantes / 430 km2 / Gentílico: coloniense

Economia: A cultura de arroz, que mais suportava as inundações anuais da área aluvial, era a principal fonte de renda do município. Na década de 80, com a baixa produtividade, aconteceu o aproveitamento dessas áreas para a produção de pastagens e de feijão de vazante.

História: Colônia do Gurguéia nasceu de um projeto de Colonização que teve inicio no dia 13 de maio de 1959. Na época, o então presidente da república Juscelino Kubitschek, atendendo ao pedido do arcebispo metropolitano de Teresina, Dom Avelar Brandão Vilela, outorgava a criação do Núcleo Colonial do Gurguéia, a ser instalado às margens do Rio Gurguéia. Os principais motivos responsáveis pela escolha daquela área de terra foram o rio, responsável pela riqueza da região, o solo fértil, a grande extensão de terras boa para a plantação e a flora da região que fornecia uma boa variedade de madeiras. A colônia foi emancipada em 29 de abril de 1992.

Origem do Nome: O município foi instalado às margens do Rio Gurguéia. O nome vem do tupi guarani e significa “águas barrentas”.

Festas: A festa da padroeira, Nossa Senhora de Fátima, em maio, é chamada de Trezenário, envolvendo, além da questão religiosa, bailes dançantes e a festa do vaqueiro. Os vaqueiros também se mobilizam para vaquejadas durante todo o ano, em um parque de vaquejadas municipal.

Folclore e Cultura: A cidade se caracteriza pela miscigenação de seu povo, oriundo de várias partes do país. Em julho acontece uma feira cultural que busca valorizar as manifestações locais.

O Que Visitar: A praça da cidade é o principal ponto de encontro da comunidade, local de lazer e diversão. Os poços artesianos são visitados para lazer e banho.

O AUTOR

Rafael Rocha

Colônia do Gurguéia - PI

Nasceu em 1989 Ensino Médio Funcionário Público

Voltar
 
  1. facebook
  2. instagram
  3. youtube