EDIÇÃO - Ano IV

O Homem, a Pedra e a Lida

Documentário - Papagaios - MG


Aspectos cotidianos de uma cidade que depende basicamente da extração e beneficiamento de ardósia. A sociedade se revela a partir de personagens reais que direta e indiretamente vivem essa realidade mineradora.

Ficha Técnica
Roteiro e direção:
Eduardo Lobato
Produção: Eduardo Lobato, Felipe Chaves e Bebeto Duarte
Imagens e edição: Sergio Vilaça, Bebeto Duarte, Felipe Chaves e Eduardo Lobato
Som: Sergio Vilaça
Trilha sonora original: Paulo Smith

Conheça Papagaios: Fundação: 20 de janeiro de 1954 / Localização: região metropolitana, a 151 km de Belo Horizonte / 14.175 habitantes / 552 km2 / Gentílico: papagaiense

Ardósia: A cidade tem sua economia baseada na exploração mineral, principalmente de ardósia, respondendo por 70% da produção desta pedra no país. A agropecuária, a silvicultura e o setor de bens e serviços também são desenvolvidos.

História: O espaço ocupado pela atual cidade foi uma fazenda, que recebeu o nome de Morrinhos porque era rodeada por pequenos morros: Morro da Oncinha, Malhadinha, Morro da Anta, Morro da Boa Vista, Morro do Urubu e Morro do Chapéu. Não se sabe precisamente quando houve a troca de nomes de Morrinhos para Papagaios. Sabe-se, no entanto, que até aproximadamente 1780, a localidade ainda era de propriedade do casal Gonçalves Fraga, e, após a morte do casal, dentro de poucos anos, a fazenda transformou-se em povoado.
Origem do Nome: A primeira possibilidade é o fato de esta região ser rica em palmeiras de buritis e atrair muitas aves, principalmente os papagaios, que provocam um grande barulho e acabam atraindo os tropeiros para a região “Dos Papagaios”. A outra versão vem da existência uma casa de comércio, com um papagaio falador cujo dono recebia os tropeiros que por ali passavam para alimentar os animais, referindo-se a este lugar, como “Casa do Papagaio”.

Festas: Comemora-se tradicionalmente as festas de São Sebastião, Santa Luzia, Santo Antônio e Nossa Senhora Aparecida. Também são famosas as Exposições Agropecuárias e as festas juninas escolares.

Folclore e Cultura: Dança de rua, dança de Santo Reis (Folia de Reis), Capoeira, Banda de Música Dárcio M. Ribeiro, Coral D. Petita e Fanfarra.

Culinária: Frango com Quiabo, arroz com pequi, biscoito de queijo, frango ao molho pardo, feijoada, arroz de forno, doce de leite, pé de moleque e compotas de frutas.

Padroeiro: São Sebastião

O Que Visitar: As mineradoras de ardósia, Casa da Cultura Dona Petita, as apresentações do Museu Histórico e o Parque de Exposições Hélio Filgueiras, onde se realizam campeonatos estaduais de motocross, apresentações culturais regionais e municipais, leilões de gado e saraus.

Artesanato: Escultura em madeira, ferro e ardósia.

Patrimônio Histórico: Grupo escolar Diogo de Castro, Biblioteca Municipal D. Ernestina Amorim, Casa da Cultura D. Petita, Matriz de São Sebastião e residências particulares antigas.

O AUTOR

Eduardo Ramon Lobato

Papagaios - MG

Nasceu em 1976 Ensino Médio Escultor

Voltar
 
  1. facebook
  2. instagram
  3. youtube