EDIÇÃO - Ano V

Mulher Guerreira

Documentário - Arraias - Tocantins


O filme conta a história da diretora, uma descendente quilombola que não desistiu diante das dificuldades, estudando, aprendendo a profissão de pedreira e conquistando sonhos.
“As pessoas me criticavam muito, principalmente as mulheres. Diziam que este serviço não era para mulher. Hoje sou a única pedreira em Arraias e sou valorizada pelo meu serviço. Sou reconhecida como a única pedreira e com isso estou conquistando os meus objetivos, melhorando cada dia mais a minha situação.”

 

Ficha Técnica

Roteiro, Direção e Produção: Carlúcia de Melo Soares

Direção de Fotografia: Juarez Pavelak

Som Direto: Evandro Fraga

Edição: Allan Ribeiro

Trilha Sonora: Intérpretes: Domingo Júnior Luciano, João de Sena Cardoso, Lindolfo Dias Pereira, Maurinho de Sena, Maria Leonice Xavier e Wanderson Xavier de Araújo

Elenco: Calixto Soares de Moura, Carlúcia de Melo Soares, Cecílio Damázio da Silva, Domingas Moura da Silva, Domingos de Moura Soares, Elita da Costa Silva, Emerson Xavier da Silva, Emival Xavier Arnaldo Prieto, Giselly Soares da Cunha, Lorivaldo Damazio da Silva, Luciana de Melo Soares, Lucimária de Melo Soares, Márcio de Melo Soares, Maria de Lourdes dos Santos Gordonho, Maria Leonice Moura Xavier, Maurinho de Sena, Paulo Henrique Marques de Souza, Porfiro de Aquino Piedade, Valdiron Rodrigues dos Santos, Wanderson Xavier de Araújo, Akon de Melo Rodrigues, Daniel Soares de Sena, Feliciana Dias de Carvalho, Gabryella Soares da Cunha, Geane Moura Malheiros, Hiara de Melo Rodrigues, Karina Dias de Carvalho, Kauan Soares de Sena, Luiz Henrique de Melo Soares, Lyvia Santos Soares, Marcelo de Melo Soares, Marco Antônio Moura Ramalho, Maria Dominga de Melo Soares e Yuanne Moura Rodrigues

 

Conheça Arraias: Fundação: 1º de agosto de 1914/ Localização: Região Sudeste do Estado do Tocantins, a cerca de 340 km de Palmas / 10.645 habitantes/ 5.786 km² / Gentílico: arraiano

História: A ocupação da região onde hoje é Arraias se deu com a descoberta de riquíssimo garimpo de ouro na Chapada dos Negros, distante três quilômetros da atual sede municipal. Em 1736, deram-se as primeiras entradas de grandes contingentes de pessoas escravizadas vindas da Bahia.

Origem do nome: O Nome Arraias é atribuído a uma espécie de peixes com ferrões peçonhentos encontrados no ribeirão do mesmo nome, que nasce próximo à cidade.

Economia: Agropecuária e extrativismo mineral.

Turismo: O município tem um potencial turístico ainda pouco explorado. Apresenta atrações como a Gruta da Fazenda Furnas, as ruínas da Chapada dos Negros, eventos religiosos, remanescentes de quilombos, além dos jarros brancos do artesanato típico de Arraias.

Curiosidade: Na arquitetura da cidade predomina o estilo colonial português. Nas casas mais antigas, é possível encontrar as iniciais dos patriarcas das famílias que as construíram e o ano em que foram erguidas.

O AUTOR

Carlucia de Melo Soares

Arraias - Tocantins

Nasceu em 1987. Ensino Médio

Pedreira.

Voltar
 
  1. facebook
  2. instagram
  3. youtube