EDIÇÃO - Ano II

DEU BODE

Documentário - Riachão do Dantas - Sergipe


Ficha Técnica
Roteiro, Direção e Produção
:
Fátima Góes
Imagens:
Nado Brasil
Edição:
Alex Almeida
Som:
Mateus Vila Nova

Devoto de Nossa Senhora do Amparo, padroeira do município, Bito frequenta as missas e acompanha os enterros. Apesar de pertencer a uma família protestante, ele é tido como um católico fervoroso: ao ouvir o sino da igreja, vai de mansinho assistir à missa, só indo embora ao término dos ofícios. Esse personagem, que tem até festa em sua homenagem, é o bode Bito.

Conheça Riachão dos Dantas
: Fundação: 1870 / Localização: Agreste sergipano, a 73KM de Aracaju / 19.883 habitantes / 528km². Economia: pecuária, agricultura, agroindústria e artesanato.

No local onde está situado o município existiam, no início do século 19, diversos engenhos de açúcar. O povoado surgiu com a construção das primeiras casas e de uma pequena capela à margem de um curso d´água chamado de “riachão”. Em 1855, o arraial tornou-se sede da freguesia de Nossa Senhora do Amparo do Riachão, criada a partir do desmembramento da freguesia de Nossa Senhora da Piedade do Lagarto; em 1864, a localidade passou à categoria de vila; após um período como parte de Lagarto, finalmente Riachão se tornou município em 1870.

O AUTOR

Fátima Góes

Riachão do Dantas - Sergipe

Nasceu em 1961
Formada em Biblioteconomia
Funcionária Pública

Voltar
 
  1. facebook
  2. instagram
  3. youtube