EDIÇÃO - Ano I

BALANDÊ/BAIÃO

Documentário - Monsenhor Gil - Piauí


Ficha Técnica
Roteiro, Direção e Produção:
Antônio de Noronha Pessoa Filho
Imagens:
Douglas Machado
Edição:
Aroldo Machado

BALANDÊ/BAIÃO


Documentário:
A história de Luís Pereira de Andrade, o Zé Coelho, mestre do balandê e do baião em Monsenhor Gil. Aos 84 anos, ele fala com orgulho da sua música e da sua dança, expressões típicas da cultura local. O balandê e o baião (não confundir com o ritmo eternizado por Luiz Gonzaga) são danças rurais típicas de Monsenhor Gil. Nas rodas de dança, o ritmo do balandê e do baião se confundem. Além de dançar e cantar, Zé Coelho também toca gafanhoto, instrumento musical parecido com a castanhola.

Conheça Monsenhor Gil: Fundação: 1963 / Localização: Norte do Estado, a 56km da capital / 10.542 habitantes / 554km2

O povoado de Lages fazia parte de Teresina quando recebeu seu primeiro padre, Monsenhor Gil. Por influência do sacerdote, o povoado passou a se chamar Natal, em função das festas religiosas realizadas em dezembro. Em 1963, Natal tornou-se município e recebeu o nome de Monsenhor Gil.

O AUTOR

Antônio de Noronha Pessoa Filho

Monsenhor Gil - Piauí

Médico

Voltar
 
  1. facebook
  2. instagram
  3. youtube