EDIÇÃO - Ano V

A Troca

Ficção - Candeias do Jamari - Rondônia


Aproveitando a passagem de uma tribo indígena pelo acampamento de seringueiros, crianças trocam a irmã mais nova por um papagaio. Baseado em fatos reais.
“Os pais saíram para colheita da seringa na mata fechada, deixando os irmãos menores aos cuidados dos mais velhos. Um grupo indígena passava por aquele local. Com o encantamento do encontro e ingenuidade de ambas as partes, trocaram o papagaio falante por uma das crianças que brincavam entre os irmãos.”

 

Ficha Técnica

Roteiro, Direção e Produção: Joelma Silva Ferreira

Direção de Fotografia: Juarez Pavelak

Som Direto: Evandro Fraga

Edição: Fernando Coster

Still: Quilvia Moraes do Nascimento

Trilha Sonora Original: Hasleane da Silva Moreno Lopes

Elenco: Agnaldo Cruz Silva, Antônio Carlos Costa Lima, Heurielle Campos Sampaio, Josiane Paula da Silva Tavares, Luciano Tavares Alfaia, Márcio José Pereira Mendes, Marcio Mendes, Pedro Moreno Lopes, Quelmo da Silva Lins, Alessandro Ferreira Moreno, Davi Ribeiro de Oliveira, Erivan Alfaia, Evelin Nascimento Braga, Guilherme da Silva Moraes, Gustavo da Silva Moraes, Hélio José Teixeira Sampaio Neto, Magdiel da Silva Moreno Lopes, Maria Eduarda da Silva Moraes, Vitória da Silva Moreno Lopes, Diego Bezerra Jerônimo, Idalina Ortiz da Silva, Laida Justiniano, Luciano Tavares Alfaia, Érica Alfaia, Giovana Beatriz, Jokastra Aparecida de Oliveira, Nelson Lemes de Moraes Júnior e Yuri Rocha Cruz Silva

 

Conheça Candeias do Jamari: Fundação: 13 fevereiro de 1992/ Localização: Cidade vizinha da capital Porto Velho, distante 20 km / 19.779 habitantes/ 6.843 km² / Gentílico: candeiense

História: Surgiu como povoação no cruzamento da BR-29 (hoje BR-364) com o Rio Candeias, afluente do Rio Jamari, e ficou conhecida como Vila Candeias em homenagem ao rio que banha a cidade. O município foi criado com o nome de Candeias do Jamari em 1992, com área desmembrada de Porto Velho.

Rio Jamari: É um rio da Bacia Amazônica, afluente do Rio Madeira. Na sua margem direita e no município de Candeias do Jamari, onde existia uma cachoeira chamada Samuel, foi construída a barragem da Hidrelétrica de Samuel. Por não possuir bacia acentuada, foi construído um dique de 45 km de extensão em cada margem para formar o lago da hidroelétrica. A usina começou a ser edificada no ano de 1982. A previsão era de que a construção durasse quatro anos, mas, devido à falta de verbas, a obra só foi concluída catorze anos depois.

O AUTOR

Joelma Silva Ferreira

Candeias do Jamari - Rondônia

Nasceu em 1970. Graduanda em Letras/Espanhol.

Vendedora.

Voltar
 
  1. facebook
  2. instagram
  3. youtube