EDIÇÃO - Ano VI

JACARÉ E O HOMEM DO BOI

Documentário - Barroso - MG


Ficha Técnica

Roteiro, produção e direção: Paulo Alexandre Coelho

Direção de fotografia: Rafael Mazza

Técnico de som: Greco Nogueira

Edição: Luelane Corrêa

Assistência de produção: Ednei Waner Coelho

Produção de set: Patricia Cortes

Consultoria de roteiro: André da Costa Pinto

Fotografia still: Ratão Diniz

Trilha sonora: Renato José Ferreira

Coloristas: Cristiano Costa e Elieser Jairo

Edição de áudio e mixagem: Bernardo Gebara

Arte do título: Analúcia Godoi

Assistente: Gustavo Miaciro

 

Documentário: Uma emocionante história real da relação afetiva entre um homem e um animal, perpassando por amizade, causos, tradições, costumes e memórias que deixaram saudade no interior de Minas Gerais.

“O boi Jacaré pensa que é um cavalo, e não para por aí: ele ainda frequenta cavalgadas e anda pela cidade com o Sr Darcy, montando com cela e tudo mais. Jacaré tem características de cavalo e é bastante divertido com seu dono, a criançada adora o boi da cara preta Jacaré, que por onde passa desperta curiosidade e faz alegria da comunidade.”

 

Conheça Barroso: Fundação: 12 de dezembro de 1953 / Localização: Região de Barbacena, sudeste mineiro, a 197 km de Belo Horizonte / 19.599 habitantes / 82,070 km²

 

História: A referência mais antiga à Fazenda do Barroso é de 1715, quando Antônio da Costa Nogueira se estabeleceu na região. A localização da fazenda e da antiga capela era nas imediações da “rua da Mina” conhecida por muito tempo como “Barroso velho”. Algumas propriedades aos poucos eram edificadas no entorno e, assim como a velha fazenda do Barroso, dedicavam-se à agricultura. Um novo caminho era desbravado em 1732, passando pela fazenda do Barroso como via de comunicação para a extensa vila de São José Del Rei. A chegada da estrada de ferro, em 1879, trouxe o progresso para a pacata região.

 

Economia: Beneficiamento de minerais é a principal atividade econômica, com destaque para a grande fábrica de cimento, que abastece a região e outros, juntamente com indústrias de artefatos de cimento e mineração de quartzo.

 

Turismo: O município conta com atrativos construídos e naturais. Uma arquitetura moderna, jardins, praças, igrejas e algumas construções antigas compõem a paisagem. Dentre os atrativos estão as “Ruínas do Loures”, vestígios de um provável posto de guarda construído a mando da Coroa Portuguesa, bem na confluência dos rios Ressaquinha e Loures. Entre os atrativos naturais estão cachoeiras, matas, cânions, trilhas, caminhos, rios e lagos.

O AUTOR

Paulo Alexandre Coelho

Barroso - Minas Gerais

Nasceu em 1981. Ensino Superior. Publicitário.

Voltar
 
  1. facebook
  2. instagram
  3. youtube