EDIÇÃO - Ano VI

Quilombo Mata Cavalo (MT) vira cenário de filme no Revelando os Brasis

Localizado no município de Nossa Senhora do Livramento (MT), o Quilombo recebe as gravações, entre sábado e segunda-feira (de 20 a 22/01), do filme “Vivenciando a Cultura do Quilombo Mata Cavalo”, dirigido por Jurandir Amaral, morador da cidade selecionado na sexta edição do Revelando os Brasis.

 

A cerca de 50 quilômetro de Cuiabá, o quilombo Mata Cavalo tem uma história de resistência e luta pela terra que agora vai virar filme. Jurandir Amaral, produtor rural morador de Nossa Senhora do Livramento, dirige o filme “Vivenciando a Cultura do Quilombo Mata Cavalo”, que será gravado de sábado (dia 20) a segunda-feira (dia 22). O documentário integra a sexta edição do Revelando os Brasis, que é realizado pelo Instituto Marlin Azul com patrocínio da Petrobras.

Em 1883, os cerca de 15 mil hectares de terra do Quilombo Mata Cavalo foram recebidos como herança pelos 33 negros escravizados que trabalhavam na sesmaria. Os antigos donos, que não tinham filhos, fizeram um acordo: os escravos cuidariam deles até o fim da vida e, em troca, receberiam as terras da fazenda. O acordo foi cumprido e hoje quase 500 famílias vivem no Quilombo. A luta pela terra, no entanto, faz parte da vida das comunidades dali: terras desapropriadas por influência política e ameaças fizeram com que muitas famílias deixassem a área em meados do século passado. Essa realidade começou a mudar na década 90, quando os descendentes foram retornando para a região. Hoje, a agricultura e o artesanato são a base econômica das comunidades que compõem o quilombo.

Entre 14 e 27 de agosto, Jurandir Amaral e os demais moradores de cidades brasileiras com até 20 mil habitantes selecionados pelo projeto participaram da Oficina de Formação Audiovisual do Revelando os Brasis, no Rio de Janeiro. Com aulas de roteiro, direção, fotografia, som, produção, entre outras, os participantes voltaram para suas cidades com os roteiros prontos e a tarefa de mobilizar a comunidade local para participar das gravações. Os filmes desta sexta edição serão gravados até o fim de janeiro.

Veja fotos de Jurandir Amaral durante a Oficina de Realização Audiovisual do Revelando os Brasis, no Rio de Janeiro:

Fotos: Ratão Diniz/Instituto Marlin Azul

 
  1. facebook
  2. instagram
  3. youtube